top of page

Sexualidade perante a Infertilidade


A fertilidade e a sexualidade estão ligadas por mais razoes para além da óbvia. Por exemplo, existem casais que têm problemas sexuais, mas isso não lhes causa nenhum obstáculo até que chega a altura de quererem ter filhos. É o caso, por exemplo, de um casal em que o homem tenha disfunção erétil que o impossibilite a penetração, de casos de ejaculação ante portas (ejaculação ocorre antes da penetração), ou de uma mulher que tenha vaginismo (contração involuntária dos músculos pélvicos, impedindo a penetração). Mas o qual é o impacto que a jornada da infertilidade pode ter na sexualidade dos casais. Não quero pôr o dedo na ferida de ninguém.


Quero apenas trazer para cima da mesa um assunto que deve ser mais normalizado e, se alguém se identificar perceba que não está sozinho!


A chamada “crise de infertilidade” é bastante comum, tal é a dureza das incertezas, frustrações e angústias.


São vários motivos que levam uma pessoa ou um casal a desejar ter filhos

  • Necessidade instintiva

  • Desejo de parentalidade

  • Identidade de género (ex: sentir-se mulher)

  • Para se sentir preenchido

  • Aumentar a auto-estima

  • Passo importante no relacionamento

  • Pressão social e/ou familiar

  • Medo de isolamento

  • Ultrapassar o medo da morte ao dar a vida

E quando este desejo não é possível, o casal pode passar pela chamada “infertility crisis”


Neste período, podem acontecer sentimentos de:

  • frustração,

  • raiva


  • injustiça.

E com isto, alguns casais passam por um período de crise, com impacto a nível sexual.



Qual o impacto da infertilidade?

Perante a infertilidade, as relações sexuais podem trazer sentimentos de fracasso, futilidade e inferioridade.


Para além disso, os casais que passam por tratamentos de fertilidade frequentemente vêm o seu corpo e atividade sexual como algo que esta medicalizado.


Segundo a literatura, as disfunções sexuais que mais frequentemente afetam estes casais são:

  • Mulheres: diminuição do desejo sexual e dificuldade de excitação.

  • Homens: disfunção erétil

Por outro lado, existem também estudos que demonstram que alguns casais com infertilidade (e sem filhos) reportam até melhores taxas de satisfação sexual e de qualidade da relação comparativamente aos casais com filhos.


Isto poderá dever-se a uma aproximação emocional e psicológica decorrente dos tratamentos de fertilidade.


Neste caso a literatura científica não é clara. Uns estudos descrevem que a infertilidade afeta negativamente a saúde sexual do casal, e outros dizem completamente o oposto. Eu não sei, fiquei confusa. Mas para bem ou para mal, a frieza dos tratamentos de fertilidade certamente não deixará nenhum casal indiferente….


Dra. Mafalda Cruz, Medicina Sexual

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


LWP_Logo_250_250.png
bottom of page