top of page

Sexting, por Dra. Paula Campos



Sexting é um termo utilizado para descrever o envio através de canais por via da internet com conteúdo erótico ou sexual, como fotografias, vídeos e acrescentaria conteúdos de carácter escrito contento intenção erótica, sedutora, excitante, trocada entre pelo menos duas pessoas. Considerando o círculo relacional (díade) parece evidente que todos os conteúdos e ações são concretizados pela vontade e permissão dos intervenientes. Entende-se uma díade uma relação fechada, onde a segurança e a confiança são uma condição obrigatória e considerada óbvia para as duas partes. Só assim parece existir espaço para que a exposição do sentir e do corpo possam dar enlace à excitação e ao prazer a que se propuseram os envolvidos.


Esta prática deixa de ser exclusiva aos jovens e passa a estar mais associada aos avanços tecnológicos e à sensação de controlo que estes nos permitem sentir, facilitado em muito a interação inicialmente por bloqueios ou impedimentos sociais, posteriormente por problemáticas do foro emocional, relacional, contactando com as inseguranças e dificuldades que são cada vez mais expressas na forma como nos defendemos atrás de um telemóvel e aparentemente protegidos da dor da rejeição e escudados no controlo que a tecnologia nos permite.


Através das condições que a tecnologia nos permite, o sexting ganha dimensão e sobrepõem-se à distância física e emocional. Permite a quem não consegue dizer aquilo que sente na vida real, pode dizê-lo ou manifestá-lo num ambiente aparentemente defendido, em que pelo menos dois fazem parte de uma interação que se espera prazerosa.


Representa este fenómeno inclusive uma possibilidade de constituir um enorme problema, isto porque ao enviar material de conteúdo sexual pela internet, a pessoa pode perder o controle no uso desse conteúdo e pode tornar-se viral facilmente e constituir uma exposição da sua intimidade.


Muitas pessoas enviam fotografias ou vídeos privados nas suas interações, mas no caso do relacionamento acabar e alguma das partes desejar publicar o material, o impacto pode ser muito grave. Este não é o único risco que existe no envio destes conteúdos. É importante que tenham em mente que pode ocorrer um roubo ou a perda do aparelho, e o conteúdo pode ser enviado por erro, por brincadeira ou outras situações. O mau uso do sexting pode gerar cyberbullying, perseguição (stalking), grooming no caso de menores de idade, com impacto na saúde mental.


Sugere-se que evite ao máximo enviar seus conteúdos íntimos pela Internet e sempre que o façam devem considerar para que tipo de pessoa envia.

Se você enviar fotos ou vídeos, esteja seguro de que o material seja apagado tanto no dispositivo de envio como no que recebeu.


Paula Campos, Psicóloga Clínica

www.clinicamarcadamente.pt , Clínica Especializada em Saúde Mental

136 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


LWP_Logo_250_250.png
bottom of page