top of page

PrEP e Prevenção do HIV


Afinal o que é esta coisa com a sigla de processo revolucionário dos anos 70?


Então, a PrEP é uma medicação utilizada para prevenir a infeção pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH) e é muito eficaz para reduzir o número de pessoas infetadas com este terrível vírus. Está disponível em Portugal, mas começou a ser feita há poucos ano, e como tal muita gente ainda não sabe que ela existe nem a quem se dirige.

A PrEP é relativamente conhecida por alguns grupos de risco (e até é por vezes associada à comunidade gay), mas as suas indicações são bastantes abrangentes. A perceçao de quem faz estas consultas é deque tem sido difícil chegar a alguns grupos como é o caso, por exemplo, dos estudantes universitários, imigrantes ou trabalhadores do sexo.

PrEP significa Profilaxia Pré- Exposição e é uma medicação usada para prevenir a infeção pelo VIH antes da ocorrência de um comportamento de risco.

  • É um tratamento em forma de comprimidos que contêm 2 substâncias: Tenovir e Emtricitabina.

  • Pode ser feita de forma contínua (1 comprimido diário enquanto mantiver o risco) ou então “on demand” segundo o esquema de2-1-1:

-- 2 comprimidos 2-24h antes da exposição

-- 1 comprimido 24h depois da 1ª toma

-- 1 comprimido 24h depois da 2ª toma

A quem se dirige?


A PrEP deverá ser feita por pessoas sexualmente ativas que não tenham infeção por VIH, mas que estão em risco de contrair a infeção.

Exemplos:

  • Sexo sem preservativo com pessoas com serologia desconhecida para o VIH;

  • Parceiro com infeção de VIH;

  • Homens ou mulher trans que têm sexo com homens e diagnóstico de IST nos últimos 6 meses;

  • Utilizadores de drogas injetáveis;

  • Profissionais do sexo

A PrEP é eficaz?

A PrEP é altamente eficaz na prevenção da infeção pelo VIH. Reduz o risco de infeção em mais de 90% quando tomada corretamente. A PrEp não protege contra outras Infeções Sexualmente Transmissíveis pelo uso de preservativo é fundamental.

Como ter acesso?

  • Para ter acesso à PrEP é necessária uma avaliação por um médio infeciologista num Hospital de Referenciação (enumerados na legenda)

  • Para isso, poderá solicitar a referenciação ao seu médico de família, contatar diretamente um destes centros (pessoalmente, contato telefónico ou por email), ou através de Grupo de Ativistas em Tratamento (GAT)

É gratuita?

É importante dizer que a PrEP e tudo o que está inerente a ela (testes HIV, despiste de ISTs, medicação, consultas, etc) é totalmente gratuita!

É bem tolerada?


Geralmente a medicação é muito bem tolerada, mas podem surgir alguns efeitos secundários, tais como náuseas, fadiga, sintomas gastrointestinais ou dores de cabeça.

É fundamental reforçar que a PrEP serve para prevenir a infeção por VIH e, como tal, não pode ser tomada após um comportamento de risco.

Para que haja uma avaliação e prescrição de PrEP é necessário que o médico de família solicite uma consulta a um Centro de Referenciação ou enta cada pessoa pode pedir diretamente. Para facilitar, aqui estão os Centros de Referenciação que atualmente têm consulta de PrEP.

Norte: H. São João; H. Santo António, H. Gaia; H. Pedro Hispano e H. Braga.

Centro: H. Coimbra; H Santarém; H. Covilhã.

Área Metropolitana de Lisboa: H. Curry Cabral; H. Egas Moniz; H. Santa Maria; H. Beatriz Ângelo; H. Amadora- Sintra; H. Garcia de Orta; H. Barreiro- Montijo; H. Setúbal.

Alentejo: H. Évora; H. Beja.

Algarve: H. Faro; H. Portimão

Ilhas: H. Central da Madeira; H. Ponta Delgada.

Este documento foi feito com a gentil colaboração da infeciologista Dra. Isabel Abreu.

Dra. Mafalda Cruz, Medicina Sexual








84 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


LWP_Logo_250_250.png
bottom of page