top of page

O Estilo e a Criatividade, por Sara Avelar



Sara Avelar, nasceu no Porto, licenciada em jornalismo é stylist de moda.  Desde muito cedo teve duas grandes paixões: a moda e o jornalismo, mas acabou por enveredar pelo mundo da moda.

Participa há 7 anos nos diversos canais de televisão, onde fala de moda e as suas tendências.

A sua paixão pela moda nasceu desde muito cedo e de uma forma natural e intrínseca e por volta dos 4 anos começou a criar o seu próprio estilo. Gostava de fazer os seus próprios coordenados, combinações e as suas amigas até acabavam por a imitar.

Aos 22 anos abriu a sua loja Senza, em São João da Madeira, com moda e tendências muito atuais e roupa importada de Itália. Foi a partir da abertura da sua loja que começou a trabalhar como stylist, fazendo um aconselhamento mais personalizado às suas clientes sobre o look que iriam vestir para as mais diversas ocasiões. Acabou por fazer inúmeras formações e desenvolver o gosto pela área do mundo da moda.



Nesta conversa ao Love with Pepper, Sara fala-nos de tendências e de um bom look para um date e frisa que o menos é o mais e o que a moda e a sexualidade têm em comum.


O que é uma stylist?

Estando eu ligada a este mundo encantado da moda, das tendências e do que se usa, uma stylist é o que vai aconselhar e ajudar as pessoas a terem o seu próprio estilo mediante o que se está a usar na atualidade.


O que é a moda?

A moda de uma forma geral é o conjunto de tendências, desfiles, cores e também é ser prisioneira destas características, mas eu não sou adepta desse tipo de moda. Devemos ser nós, sim, a criarmos a nossa própria moda e perante aquilo que nos é dado tentar adaptar e criar o nosso estilo, assim a defino.


Para si o que é ter estilo e elegância?

Defino a elegância com uma frase. O menos é mais. E se estivermos em paz, tranquilos e felizes, isso também reflete no nosso aspeto exterior não esquecendo que, com um cabelo bem tratado, uma pele bem hidratada, uns jeans, uma t-shirt branca e um blazer estamos incríveis.


Onde está a beleza e a sensualidade no ser humano?

Sem dúvida no caráter e na personalidade. O olhar acaba por definir tudo e essa beleza, sensualidade e elegância e esse saber estar a moda não se compra.


O que a inspira na moda e na vida?

A inspiração na moda é criarmos várias personagens assim que quisermos, independentemente do nosso estado de espírito possa estar em cima ou em baixo, e se vestirmos uma peça mais arrojada e diferente sentimo-nos mais bonitas e a nossa forma de ver a vida e viver muda. Mas, por incrível que pareça, por vezes a moda parece algo fútil, mas torna-se como um antidepressivo e se as pessoas se sentirem leves e bonitas e estão a ser elogiadas, a mente muda.


De que forma é que moda inspira o amor e a sexualidade?

Inspira muito o amor e a sexualidade. Até pela forma que as mulheres se vestem e se apresentam. Os homens apreciam um vestido sexy, um cheiro agradável, isso cria uma ilusão na mente e a sexualidade aflora logo. Acredito muito que o que as mulheres vestem influencia o outro lado e como o homem vê a mulher.


Quais as peças que não podem faltar num guarda roupa para um primeiro date?

Como costumo dizer o menos é mais e equilibrar as proporções. Por exemplo um vestido sexy que não pode ser vulgar, se tiver um bom decote não se deve mostrar tanto as pernas, tentar equilibrar e não expor logo tudo, provocar uma certa curiosidade e algo sensual e atrativo. E uma mulher de blazer está sempre elegante.


Na sua opinião se alguém vestir uma peça ou tiver um look mais ousado, considera que é um convite para ter um encontro sexual?

Tudo depende da atitude da pessoa, a nossa forma de estar e a nossa elegância podem estar mais provocantes se soubermos estar com uma boa postura e a forma como gesticulamos e sentamos, isso faz toda a diferença.



Qual uma peça ousada que nunca deve vestir?

A regra básica que existe na moda é equilibrar proporções. Por exemplo: se queremos usar um decote mais acentuado, devemos ter em atenção ao comprimento das saias ou vestidos.


Cada vez mais é abordado o conceito sem género no mundo da moda, como é que a Sara vê isto?

Hoje em dia os próprios adolescentes não conseguem definir uma identidade porque estamos a ser abordados constantemente de hora em hora com tantos estilos, imagens e a moda está tao diversificada e queremos vestir um pouco de tudo. E o importante é que as pessoas se sintam bem, tenham o seu próprio estilo e que não sejam influenciadas pelas redes sociais e as plataformas.


Em pleno século XXI, muitas mulheres optam por não fazer depilação no corpo todo. Qual a sua opinião em relação a isso?

As mulheres não fazerem depilação não é uma questão de moda, mas sim de higiene. E os papeis estão invertidos. Os homens depilam-se todos por uma questão de imagem e de higiene. Como sou uma mulher à moda antiga gosto de ver uma mulher elegante, feminina, cheirosa e sensual e gosto de um homem com uma barba aparada, um cabelo bonito, uma pele sedosa, gosto da perfeição e não do exagero.


Cada vez mais a nossa sociedade recorre a cirurgias e tratamentos estéticos. Considera que é para aumentar autoestima e a performance sexual ou é tudo uma questão de moda?

Acho que não tem nada a ver com a sexualidade, mas sim com o aumento da autoestima. As redes sociais, as histórias dos filtros e a sociedade que temos cada vez está mais exigente com o corpo, o culto da beleza, os likes nas fotos, se vais ou não ser comentada. Mas, na minha opinião a baixa autoestima e a insatisfação constante das pessoas faz com que recorram a tratamentos estéticos e como a maior parte estão a preços baixos tornam-se acessíveis a todos.

 

Qual sua sugestão para um look perfeito para o homem e mulher?

Para a mulher aconselho: umas calças de ganga, um salto alto e um blazer preto fica incrível e se colocar um top fica mais sensual para uma saída à noite. E uma t-shirt branca para o dia.

Para o homem gosto muito de um look só de uma cor e também um blazer preto com uma t-shirt branca e uns jeans.



A moda é afrodisíaca?

Claro que sim. Muitas das vezes julgamos as pessoas por aquilo que vestem mesmo sem as conhecermos. E a forma como nos apresentamos, nos vestimos, gesticulamos, isso é um cartão-de-visita, é o primeiro impacto que nós damos às pessoas e a nossa personalidade é muito notada por aquilo que vestimos.


Sara Avelar, Styling

 

86 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


LWP_Logo_250_250.png
bottom of page