top of page

Mulheres....





A gravidez de uma mulher é uma das maiores alegrias que os amigos e familiares dela podem receber ao longo de suas vidas.

A chegada de um novo membro na família é motivo de celebração e muita preparação para receber o bebê que está a caminho.

Temos conhecimento que, junto com o tornar-se mãe, estar grávida implica em outras várias transformações na sua vida: físicas, hormonais e, principalmente emocionais.


O companheiro deve assistir ao parto?


Muitas das mulheres desejam (e até sonham) que o companheiro estejam ao seu lado durante o parto.

A companhia pode trazer conforto e segurança nessa hora – além de ficar na memória como o primeiro momento em que a família estará reunida.

Mas algumas gravidas e podem não se sentir confortáveis com a ideia, e a presença do companheiro pode tornar o processo do parto mais doloroso se o casal não tem um bom relacionamento ou uma boa intimidade emocional.

Por vezes, homem e mulher estão bem entre si, mas o homem tem pouco conhecimento sobre parto e acaba envolvendo a Mulher nos medos, ansiedades e angústias dele o que também não é favorável.

Acima de tudo tem que existir, sinceridade, afeto e confiança entre o casal.


Se o homem assistir ao parto pode ficar traumatizado?


É uma questão polémica, mas se ele que assistir ao parto de frente pode criar um afastamento sexual. Aquilo que o homem via como um símbolo sexual, de repente, adquire outra função. O parceiro deve optar por se posicionar ao lado ou atrás da mulher.


Sexo na gravidez


O organismo feminino muda durante a gravidez quanto a sua produção hormonal.

Como o corpo precisa de se preparar fisicamente — e mentalmente — para a chegada do bebê, as hormonas femininas têm como obrigação mudar completamente o funcionamento de alguns sistemas para que eles estejam aptos a ajudar o desenvolvimento do bebê.

as hormonas na gravidez , aumenta a capacidade da mulher em armazenar energia (por isso elas aumentam a sua massa gordurosa durante essa fase), em que as glândulas mamárias preparam a produção do leite, onde afeta diretamente o humor e a parte emocional da mulher, me ela que fica mais sensível, mais protetora e, em alguns casos, até um pouco mais mal humorada do que o normal durante os próximos nove meses.


Como controlar essas mudanças Mulher


· Apoio e compreensão

· Conversar bastante

· Abraçar cada momento da gravidez

· Viver com intensidade esse Amor


Sexo pós parto


O que afeta o desejo?


· Dor

· Oscilações hormonais

· Amamentação

· Disponibilidade

· Afetos

· Autoimagem


Atingir o orgasmo feminino no Sexo no pós-parto: o papel do homem

A mulher precisa de muito apoio, desde cuidados médicos até à presença da família e, sobretudo, à participação de um marido afetivo, atento e que, a nível sexual, saiba esperar sem pressões desnecessárias.

Ele tem de se adaptar à presença de alguém – o bebé – que vai tornar a mulher mais indisponível física e emocionalmente e tem também de perceber que ela sofreu mudanças físicas que podem deixá-la mais insegura.

É importante que ele tome consciência de que todas estas diferenças aconteceram porque ambos decidiram abraçar um projeto comum.»


Os componentes necessários para o sexo no pós-parto


Aceite que a vida vai mudar, seja paciente e não tenha medo: «Se o sexo era bom antes do bebé nascer, será bom depois», e assim será desde que haja a confiança, dedicação e amor entre o casal.


· Repouso

· Humor

· Afeto

· Partilha

· Autoestima



Após o parto a mulher tem mais dificuldade em atingir o orgasmo?


Após o parto, o desejo está diminuído, o que pode impedir que a relação sexual aconteça, mas se a mulher tiver disponibilidade física e mental, terá a mesma facilidade em sentir prazer e chegar ao orgasmo.


Mudança sexual da vida do casal com o nascimento dos filhos


As relações sexuais tornam-se uma dificuldade para muitos casais depois dos filhos: é o cansaço, a preocupação das crianças acordarem no meio da noite, isso quando a criança não pede, para dormir junto com os pais.

Mas o mais importante nutrir o vínculo entre o casal , mesmo que sua vontade seja de colocar sexo em segundo plano.

Um dia, essas crianças vão crescer e a Mulher ficará com um parceiro com o qual precisará se relacionar novamente como pessoa, não apenas como pai. Perder o seu senso de intimidade pode tornar isso difícil.

Se a vida sexual do casal é simples, deixe levar em frente com amor, paixão e essência.


Ser Mãe e Mulher


A maternidade é, sem dúvida, um dos acontecimentos mais importantes na vida de uma mulher.

Quando se torna mãe, toda a atenção volta-se para o filho e, muitas vezes, a mulher abandona parte dos cuidados que antes tinha consigo.

Mas ser mulher depois de ser mãe? Sim, é possível!

Apesar desta mudança de foco ser necessária e natural, já que aquele bebé precisa efetivamente de toda atenção da mãe, algumas mulheres acabam por se esquecer delas próprias e têm dificuldade em voltar a olhar para si, enquanto seres individuais e importantes.


E verdade seja dita, hoje em dia, é bem mais difícil criar filhos. Temos muitas exigências, tanto em relação aos filhos quanto a nós mesmos e isso atinge principalmente as mulheres, que se estão a tornar cada vez mais stressadas com as dezenas de tarefas que têm de desempenhar. Ser mãe tornou-se numa missão mais complicada, cheia de cobranças, metas e desafios.

Embora seja maravilhoso ter filhos, realmente dá muito trabalho.


O único amor incondicional que temos é o de uma Mãe e filho!


Marta Campos, Enfermeira especialista em Saúde Materna e Obstetrícia




73 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


LWP_Logo_250_250.png
bottom of page