top of page

Mapa Erógeno Masculino

Atualizado: 27 de abr. de 2021




À primeira vista, fazer com que alguém se sinta atraído por nós, parece uma tarefa simples, mas não o é. Basta ter contato com as partes íntimas do corpo para que o desejo desperte e flua a contento.


Embora essas áreas sejam mesmo privilegiadas em matéria de sexo, o mapa do prazer pode ser muito mais rico. Isso porque as zonas erógenas – pontos que causam excitação quando estimulados – não se limitam a regiões tidas como sexuais, podendo se estender (literalmente) da cabeça aos pés.

A pele toda é uma grande zona erógena cheia de terminações nervosas, que podem ser excitadas de diferentes maneiras.


Seja pelo toque direto ou pelo uso de acessórios eróticos, o contato com as zonas erógenas faz com que as fantasias provoquem sensações intensas, que podem culminar no orgasmo. Tal como o próprio imaginário erótico, a sensibilidade do corpo se molda ao longo da vida sexual e pode aflorar em áreas diferentes para cada pessoa. Dessa forma, a localização destes pontos mágicos deve sempre ser explorada – inclusive porque, às vezes, pode se atualizar com a prática.


Os pontos erógenos masculinos que considero mais importantes são:


Nuca: Carinhos delicados e beijos nesta região são ótimas maneiras de aquecer o clima antes do sexo. Outra dica é subir um pouco as mãos e puxar de leve os cabelos que estão mais próximos da nuca.


Coluna e costas: Estímulos ao de leve com as unhas ou beijos mais acalorados têm um efeito altamente excitante. Comece em baixo e vá descendo até chegar a virilha.


Virilha: A proximidade com o pénis causa uma excitação extra no homem e faz com que essa seja uma das principais zonas erógenas para se investir, segundo os sexólogos. Pode percorrer a mão com um toque firme pela área, dar mordidas ao de leve e beijar.


Ponto G

Sim, ele existe! Na próstata, encontra-se uma glândula do tamanho de uma castanha localizada entre a cavidade retal, a bexiga e o pênis. É possível chegar ao ponto G masculino pelo períneo, que está entre os testículos e o ânus, ou pelo interior da cavidade anal. Não deixe que o ponto G permaneça como um território inexplorado.


Mente

Sem dúvida, a parte mais erógena do homem. As partes do corpo são terminais conectados ao cérebro (algumas, como os genitais, estão conectadas diretamente, já outras, como os pés, nem tanto) e, quando estimuladas com imaginação e pensamentos, reagem imediatamente.


Pés

Todos os órgãos e partes do corpo estão conectados aos pés. Os dedos se ligam aos genitais e a parte de baixo do tendão de Aquiles se associa ao apetite sexual. Por isso, se você massageá-los, pode proporcionar prazer para ele.


Pernas

A parte interior das coxas é bem sensível, assim como todas as zonas do corpo que ficam expostas e contêm pelos. Por isso, beijá-las é um bom jeito de provocá-lo.


Mamilos

Talvez você não saiba, mas os mamilos masculinos são tão sensíveis quanto os femininos, embora o efeito da excitação dos homens decresça rapidamente, enquanto o da mulher dura por mais tempo. Mesmo assim, não perca a oportunidade de explorar essa parte do corpo.


Cabelo

Quem não relaxa com cafuné? As massagens no crânio, com as pontas dos dedos e pequenos puxões no cabelo, são capazes de proporcionar um prazer do qual você não deve privar seu namorado.


Mãos

Durante a relação, não se deve apenas agarrá-las. As mãos são sensíveis e podem estimular grande excitação se você chupar um dedo de cada vez. O centro da palma da mão também tem conexões nervosas com o órgão sexual masculino.


A cidade da testosterona

A ereção do homem às vezes deixa as mulheres tão entretidas que a maioria se esquece do que vem abaixo: os testículos, que produzem 95% da testosterona masculina. Por isso, não deixe de explorá-los com alguns carinhos.


Pescoço

Você não precisa deixá-lo marcado, como fazem alguns adolescentes, mas não pode esquecer essa zona erógena. Beije e brinque com sua língua em todo o pescoço dele.


Axilas

Assim como a virilha e as coxas, esta é uma área especialmente sensível. Por isso, não deixe de beijar e fazer pequenos círculos com a língua.


Orelhas

Depois de beijar o pescoço, explore as orelhas. Muitos homens se derretem quando são beijados nessa parte do corpo. Além do carinho, também vale sussurrar palavras de amor ou qualquer outra que ele goste de ouvir.


Lábios

Parece óbvio, mas muitas vezes não prestamos atenção suficiente ao erotismo proporcionado pelo tradicional beijo na boca. Beije-o nos cantinhos dos lábios, desenhe a forma destes com beijinhos e volte a fazê-lo com mordidas.



Parte interna da coxa:

Bastante irrigada e com uma proximidade interessante ao órgão sexual masculino, é uma área que não pode ser ignorada pelas mulheres. Passe as unhas ao de leve, faça uma massagem e use a língua.


Marta Campos, Enfermeira especialista em Saúde Materna e Obstetrícia T

401 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


LWP_Logo_250_250.png
bottom of page