top of page

Incontinência Urinária


O que é a incontinência urinária?


A incontinência urinária consiste em qualquer perda involuntária ou indesejada de urina. O risco de desenvolver incontinência aumenta com a idade, mas as pessoas mais jovens também podem desenvolvê-la.

Se a incontinência for frequente ou afetar a sua qualidade de vida, é importante procurar aconselhamento médico. Na maioria dos casos, a incontinência pode ser tratada ou curada com várias opções de tratamento. Juntamente com o seu médico, poderá discutir qual o melhor tratamento para si.


O que causa a incontinência urinária?


Algumas das causas mais comuns de incontinência são: deficiências hormonais, deficiência dos músculos do pavimento pélvico, disfunção neurológica do trato urinário inferior, infeções do trato urinário, hipertrofia benigna da próstata.


Fatores de risco:

  • cirurgia pélvica

  • cirurgia da próstata

  • parto

  • menopausa


Existem tipos de incontinência urinária?


Existem diferentes tipos de incontinência urinária, dependendo de como e quando perde urina, o que está relacionado com a parte do trato urinário inferior que está afetada:

• Incontinência urinária de esforço (IUE) significa que perde urina durante certas atividades, como tossir, espirrar, rir, correr, saltar ou levantar objetos pesados.

• Incontinência urinária de urgência (IUU) acontece quando tem uma necessidade súbita de urinar, que não pode adiar. O músculo da bexiga contrai-se e urina quando não quer.

• O seu médico poderá diagnosticá-lo com incontinência urinária mista, caso tenha sintomas de IUE e IUU.

Que testes são realizados para diagnosticar incontinência urinária?

O seu médico necessita de determinar o tipo de incontinência que possui e as respetivas causas, a fim de encontrar o melhor tratamento. Alguns dos testes que o médico pode realizar para compreender melhor a sua situação são:

• Uma história clínica completa, exame físico, questionários para o doente, diário miccional, análise de urina, avaliação da urina residual.


O seu médico também poderá recomendar uma avaliação urodinâmica, um teste de urofluxometria, um teste urodinâmico mais invasivo, uma cistoscopia ou um exame de imagiologia, caso o seu diagnóstico seja pouco claro por algum motivo.


Qual o objetivo de um diário miccional?


O seu médico poderá pedir-lhe para preencher um diário miccional durante alguns dias. Aqui anotará a quantidade de líquidos que ingere, com que frequência urina e a quantidade de urina que produz. O diário miccional é importante porque ajuda o seu médico a compreender melhor os seus sintomas.


Existe tratamento para a incontinência urinária?


O tratamento para a incontinência urinária depende do tipo de incontinência, da gravidade da mesma e das possíveis causas. Não existe uma única solução para a incontinência que funcione para todos. As várias opções de tratamento para a incontinência urinária podem incluir mudanças no estilo de vida, terapêutica medicamentosa e/ou cirurgia.


O que é a incontinência urinária de esforço (IUE)?


A IUE é o tipo mais comum de perda de urina. Ocorre quando atividades como rir ou tossir causam perda de urina, que pode ser de algumas gotas ou o suficiente para molhar a sua roupa.

A IUE é muito comum nas mulheres. Cerca de 1 em cada 3 mulheres tem IUE em algum momento da sua vida. Mais de metade das mulheres com IUE também tem bexiga hiperativa (BH). Quando têm ambas, designa-se de "incontinência mista". Cerca de um terço das mulheres até aos 60 anos apresenta algum tipo de perda de urina. Nas mulheres com idade igual ou superior a 65 anos, cerca de metade tem perda de urina.

A bexiga é onde a urina é armazenada até que a pessoa esteja pronta para libertá-la. Os músculos do pavimento pélvico mantêm a sua bexiga no lugar. Quando está pronto para urinar, o cérebro indica aos músculos da bexiga para contraírem, forçando a urina através da uretra.


Quais os sinais e sintomas da IUE?


O principal sintoma da IUE é quando há perda de urina durante uma atividade. A quantidade pode ser de algumas gotas até colheres de sopa ou mais. Se tiver IUE ligeira, haverá perda de urina durante atividades vigorosas, como exercício físico, mas também ao espirrar, rir, tossir ou levantar algo. Se a IUE for moderada ou mais grave, também poderá ocorrer perda de urina quando se levanta, anda ou se inclina.


De que forma a IUE pode afetar a minha vida?


Poderá sentir vergonha do seu corpo e não se sentir confortável em falar sobre este problema com os seus amigos e familiares. A IUE pode prejudicar a sua vida quotidiana e as suas atividades sociais, podendo também afetar o relacionamento com o seu parceiro, já que pode ficar preocupado com perdas de urina durante a relação sexual, o que pode ser embaraçoso. Algumas pessoas até começam a sentir-se isoladas e a perder a esperança.


Qual o objetivo da cirurgia nas doentes com IUE?


O objetivo de qualquer tratamento para a incontinência é melhorar a sua qualidade de vida. Regra geral, os tratamentos funcionam, especialmente quando combinados com mudanças no estilo de vida. É importante ter cuidado com a quantidade de líquidos que ingere e planear urinar regularmente. Também é importante manter um peso saudável, já que um grande aumento de peso ou atividades que pressionam a barriga e a pélvis podem prejudicar a reparação cirúrgica ao longo do tempo. Bom senso e cuidado ajudarão a prolongar os benefícios destas cirurgias.

Com o passar do tempo, os dispositivos médicos implantados através de cirurgia podem necessitar de ajustes. Mantenha contacto com o seu médico sobre os cuidados de seguimento.

Na maioria dos casos, é possível alcançar grandes melhorias e até mesmo a cura de todas as perdas de urina para as pessoas que optam pelo tratamento cirúrgico da IUE.

De que forma as mudanças no estilo de vida podem ajudar quando se padece de incontinência urinária?


A sua dieta pode afetar a incontinência urinária. Ao ter em atenção quando, o que e quanto bebe ou come, poderá encontrar comportamentos que agravam a sua condição. Pequenas mudanças nos seus hábitos alimentares podem oferecer alguma melhoria.


Quais os procedimentos cirúrgicos mais efetuados para o tratamento da incontinência urinária de esforço?


Se sofre de incontinência urinária de esforço (IUE), o seu médico poderá recomendar o tratamento cirúrgico. As opções mais comuns de tratamento para a IUE são a colocação de fitas (slings) que fornecem apoio aos músculos do pavimento pélvico e ajudam a uretra a resistir melhor à pressão de uma bexiga cheia. As fitas são colocadas sob a uretra para apoiá-la.

Existem outros tratamentos cirúrgicos como as Injeções com agentes de volume (bulking agents); a colocação de dispositivo de compressão artificial, a implantação de esfíncter urinário artificial (EUA), entre outras que são raras e têm indicações muito precisas.


Quais os procedimentos cirúrgicos mais efetuados para o tratamento da incontinência urinária de esforço?


Por vezes, a alteração dos estilos de vida e a terapêutica medicamentosa melhoram a sua incontinência urinária de urgência (IUU). Contudo, noutros casos, estão disponíveis outras opções de tratamento minimamente invasivas como é por exemplo a injeção de toxina botulínica na bexiga.


Qual o impacto da incontinência urinária na minha vida?


A incontinência urinária pode ser uma condição embaraçosa e isoladora, que afeta a sua saúde física e psicológica. Embora não seja fatal, geralmente tem um impacto negativo na sua qualidade de vida. A incontinência pode afetar a sua vida social, o seu trabalho e a sua vida sexual, causando desconforto físico e emocional, e podendo levar a baixa autoestima.


Quais os exercícios para fortalecimento do pavimento pélvico (exercícios de Kegel)?


O controlo da bexiga depende dos músculos que trabalham em conjunto quando a urina enche a bexiga. O músculo da bexiga deve estar relaxado e os músculos à volta da uretra (o tubo pelo qual passa a urina), designados como músculos do pavimento pélvico, devem estar contraídos. Os exercícios que fortalecem os músculos do pavimento pélvico podem ajudar a manter a urina dentro da bexiga, evitando perdas. Estes exercícios dos músculos do pavimento pélvico são habitualmente designados de exercícios de Kegel, cujo nome provém do médico que os desenvolveu.


Dr. Frederico Branco, Urologista

42 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Σχόλια


LWP_Logo_250_250.png
bottom of page