top of page

Dia Internacional do Fetiche



21 de Janeiro de 2022


Fetiche, é algo mais comum que alguma vez se possa imaginar, está dentro de Nós.


Com origem na palavra portuguesa “feitiço” (fetiche em francês e fetish em inglês) o fetichismo também pode ser chamado de “feiticismo” Comummente, feitiço é a adoração ou a atribuição de um poder mágico a algum objeto. No caso do fetiche, esse “objeto enfeitiçado" passa a fazer parte integrante da excitação sexual.


Segundo a psicologia, esse é um assunto voltado para sua conotação sexual. Esse tema representa e dita um comportamento sobre encontrar prazer em atividades diversas. Nesse sentido, o fetiche tem o poder de estimular o desejo sexual, mas também de construir um pseudo-erotismo.


O fetiche caracteriza-se pela excitação sexual recorrente e intensa resultante do uso de objetos inanimados ou de um foco altamente específico em uma ou mais de uma parte não genital do corpo (conhecido como “parcialismo”), manifestado por fantasias, impulsos ou comportamentos sexuais. Dessa forma, o fetichista fica mais excitado e/ou só consegue ter prazer sexual com a presença do seu fetiche, durante o sexo.


Por vezes, muitas pessoas entendem e associam o fetiche como uma perversão/ perturbação.

Entretanto, não é o caso , só devemos considerar o fetiche como uma perturbação caso os sintomas estejam presentes pelo menos e causem sofrimento pessoal.



Além disso, é possível perceber dois tipos de fetiches: a corporal e a impessoal. A primeira diz respeito a todas as excitações referentes a algumas partes do corpo humano, e a segunda, ocorre quando são utilizados objetos e adereços para causar excitação sexual.


Ainda existe muito tabu sobre o sexo e a sexualidade, e pensar em fetiches sexuais como algo normal pode ser difícil. No entanto, é possível perceber que esse comportamento é mais comum do que podemos imaginar.


Não é preciso ter vergonha sobre os seus desejos sexuais. Eles são válidos e importantes para explorar a sexualidade.


Diferença entre fetiches e fantasias sexuais


Algumas fantasias sexuais podem incluir fetiches, mas não serem postas em prática, permanecendo apenas no mundo do imaginário e/ou como recurso para facilitar a excitação na intimidade e/ou na masturbação.


Exemplos de fantasias sexuais


  • Submissão

  • Dominação

  • Sexo grupal

  • Enfeitiçar

  • Sexo com duas mulheres

  • Sexo com dois homens

  • Exibicionismo

  • Sexo com estranhos.


Desta forma, podemos fantasiar sobre fazer sexo com duas mulheres na cama e não realizar no mundo material. Entretanto, no fetiche, é fundamental a presença do objeto de desejo para se visualizar, tocar, cheirar, lamber ou fazer qualquer outra coisa, caso contrário, a excitação ou prazer sexual podem ficar comprometidos.


Tipo de Fetiches


  • Lingeries

  • Peças de couro

  • Sapatos

  • Cores

  • Tipos de pano, como o de seda

  • Roupas que recordam profissões

  • Lugares exóticos

  • Partes do corpo (pés, mãos, joelho, unhas, etc.).

A característica mais importante do fetiche é a concordância dos envolvidos. Ou seja, um fetichista não pode impor ou obrigar seus desejos para o outro.



Fetiches mais comuns


  • Voyeurismo: nesse fetiche, a pessoa fica excitada por observar outras pessoas fazendo sexo;

  • Fetiche com látex: nessas situações, as pessoas sentem prazer quando os seus parceiros utilizam alguma vestimenta com látex;

  • Transvestir: trata-se da atração em vestir roupas do sexo oposto;

  • Sexo em público: os indivíduos ficam mais excitados quando realizam o ato sexual em algum lugar público;

  • Sex tape: nesse fetiche, as pessoas sentem mais prazer no sexo quando sabem que estão sendo gravadas;

  • Submissão e dominação: nessas situações, existe um maior prazer pelo fato de rolar um jogo de submissão e dominação entre os parceiros;

  • Utilização de fantasias: trata-se do fetiche por fazer sexo com alguém que esteja vestindo algum uniforme ou fantasia.


Fetiches mais estranhos


  • Anadentisfilia: trata-se do fetiche por pessoas sem dentes;

  • Infantilismo: a pessoa sente prazer pelas práticas infantis do parceiro;

  • Coimetrofilia: essa é a atração que as pessoas sentem por ter relações dentro de um cemitério. Não envolve a prática com os mortos, existe somente a excitação pelo lugar;

  • Gerontofilia: trata-se da atração sexual por pessoas bem mais velhas;

  • Altocalcifilia: nesse tipo, as pessoas têm prazer por ver o parceiro utilizando salto alto, principalmente, durante o sexo;

  • Acrotomofilia: a pessoa sente-se atraída por parceiros que possuam alguma parte do corpo amputada;

  • Amaurofilia: trata-se da excitação sexual por não conseguir ver o outro, sendo realizado com máscaras.

Em alguns casos, a cumplicidade e sexualidade numa relação amorosa poderá ficar mais enriquecida, caso os parceiros sejam concordantes com o fetiche!


Sexualmente realizado. Vida Feliz.


Dr. Fernando Mesquita, Psicólogo Clinico e Sexólogo

142 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


LWP_Logo_250_250.png
bottom of page