top of page

Como superar uma traição?



A confiança na relação demora tempo a construir e pode ser perdida por um momento. A confiança é o alicerce de um prédio aranha céus, é as raízes de uma arvore, ela é o sustento de tudo. Quando se perdem põe em questão é como se tudo desmoronasse. É difícil descrever a sensação quando se é traído, é uma mistura entre vazio, raiva, tristeza, angústia, culpa...são tantas as perguntas que ecoam na mente! Onde foi que falhei? Porque não houve uma conversa honesta? Como é que nunca consegui imaginar esta possibilidade? A verdade é que independentemente da decisão que se tome – continuar ou terminar a relação – é preciso superar e ultrapassar a traição. As linhas que se seguem não são regras, mas são estratégias que ajudaram muitas das minhas clientes a superar e seguir em frente perante estes momentos desafiadores da Vida. Na minha pratica já acompanhei muitas mulheres que foram traídas e que trariam. Nenhum dos lados é bom e, ambos exigem superar para que se consiga seguir em frente.


Seja para acabar seja para um novo recomeço é essencial que:


Entendas o motivo da traição


Eu sei que é mais fácil procurar o problema na outra pessoa ou até mesmo te culpes. Mas a verdade é que, se a relação está construída em alicerces sólidos, a traição é uma consequência de algo que evidencia que a relação estava em risco. Isso não justifica a imaturidade de não ter abordado o tema dentro da relação.


Não te culpes


Por mais que as razões para a traição não te pareçam óbvias, uma coisa é certa: a culpa não é tua! Até podes pensar que ultimamente andavam mais distantes, ou até reconheceres és a causa de um determinado problema da relação, mas nunca serás apenas tu a razão de teres sofrido uma traição. Nunca te responsabilizes nem te culpes pela imaturidade do outro.


Não tenhas uma obsessão pela terceira pessoa


Se quiseres atingir um grau de loucura muito rapidamente faz perguntas sobre a outra pessoa, quem é, o que faz, porque sentiu atração. Adiciona o seu perfil nas redes sociais e passa horas a percorrê-lo. Podes acreditar que ao saberes o mais possível sobre essa pessoa te vai ajudar a ultrapassar a traição, mas só te vai ajudar numa coisa: a encontrares a loucura da mente. A carecer a isso, quanto mais importância deres a essa pessoa, mais ela ganha importância na tua relação.


Não te preocupes com os que outros vão pensar


Apesar das pessoas mais próximas te aconselharem sobre o que deves fazer, a verdade é que tens que ter espaço para sentir aquilo que queres fazer. O que mais presencio que prejudica a reconstrução da relação (quando a traição é superada a dois) são as pessoas que ficaram agarrados às tuas palavras no momento de ira após a traição. Nesses momentos, o apoio profissional é muito mais seguro, mantendo a família e amigos no lado certo da ponte.


Conversa calmamente e abertamente


A comunicação é um dos pilares de uma relação saudável. O caminho para a superação é a comunicação aberta, sem tabus, discussões e gritos. É o momento certo para compreender o que esteve na base da perda de fé na relação e, caso seja para recomeçar esta relação, que seja superando essas barreiras.


Não tomes decisões a quente


É importante dares-te tempo. Decidir sem refletir não é uma verdadeira decisão. Precisas de sentir para decidires. Precisas de sentir um conjunto de sentimentos. Provavelmente terás o instinto de pedir uma separação, mas no teu íntimo profundo é isso que desejas? Não te permitas sair da relação sem compreenderes o que levou a tal acontecimento, sob risco de levares esta relação contigo.


A traição é um momento trágico de qualquer relação. Testemunhei no entanto bonitas e coloridas transformações de relações após esses momentos sombrios. Muitas relações enfrentam a traição depois de muitos “gritos” da relação por transformação. E foi preciso destruir os alicerces chave da relação para que se permitissem criar de novo a sua relação.


Dr. Eduardo Reis Torgal, Coaching

264 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


LWP_Logo_250_250.png
bottom of page