top of page

A #Deslumbrância na Mulher, por Micaela Oliveira



 

 

Micaela Oliveira, 47 anos, nasceu na Trofa, local onde criou as suas primeiras raízes e se encontra o seu atelier de costura. Cresceu entre tecidos e moldes, o que lhe permitiu apurar um dom, que consolidado no estudo, no trabalho e na dedicação se tornou um talento.

Considera-se uma mulher romântica, sonhadora, mas ao mesmo tempo provocadora e desafiadora e que coloca esses aspetos da sua personalidade nas peças que cria. Não deixando de referir que é possuidora de uma garra inquestionável e de uma paixão imensa pela sua profissão.

Sempre envolta em inúmeros projetos, com linhas que vão do prêt-à-porter à haute couture, tem como centro do seu trabalho a moda nupcial. Perfez já vinte anos de uma carreira pautada pela entrega, em que cada peça possui amor, sofisticação e requinte, culminando num legado irrefutável que permitiu a internacionalização da sua marca.

Atenta a tudo, absorve cada pormenor e enriquece os seus trabalhos. A designer é considerada uma referência na criação de vestidos de alta-costura, tendo revolucionado a moda nupcial. A sua principal motivação, essa, é simples: transformar os sonhos das mulheres em realidade.

Tem como missão marcar a diferença e oferecer criações que possuem um equilíbrio dinâmico de elegância e ousadia, nunca esquecendo o pormenor e a deslumbrância da Mulher. Através de linhas extremamente femininas, onde a sensualidade e a delicadeza se conjugam num pacto de encanto irrepreensível.

Nesta entrevista ao Love with Pepper, Micaela Oliveira numa conversa sem tabus, explica o que existe de comum entre a moda, a sexualidade e o deslumbre da mulher.



Como nasceu a sua paixão pela moda?

Como qualquer menina, o fascínio pelo belo e pelo sonho, pelos vestidos de princesa e pelo detalhe, foi nascendo e crescendo de uma forma natural potenciado pela influência da minha mãe. Ela era responsável pela criação da coleção de uma marca de criança, mas em casa confecionava, para clientes e amigas, vestidos de noiva e peças mais elaboradas. Estas peças requeriam bordados, que eu comecei a produzir de forma quase autodidata.

 

O que é a moda?

A moda é um conceito, uma união de tendências, estilos, ideias. A moda é como se fosse um poema que descreve uma expressão cultural e individual, uma forma de comunicação…  acaba por ser um reflexo da sociedade e dos tempos vividos. Na minha opinião, a moda é o espelhar da personalidade e da identidade de cada indivíduo. Moda é poder e confiança!


O que a fascina na Mulher para realizar trabalhos só para ela?

O que me fascina é a essência feminina, a delicadeza, a elegância e o poder. A mulher é a flor mais sublime, é a inspiração de poemas, melodias, é o lado romântico da vida. Os meus trabalhos não são apenas para mulheres, são sobre elas.




 

Qualquer mulher pode vestir Micaela Oliveira?

Sim, a marca Micaela Oliveira é muito transversal. Temos desde o resort, prêt-à-porter, moda nupcial, lingerie, entre muitos outros produtos que realmente fazem com que qualquer mulher possa vestir Micaela Oliveira, tanto numa ocasião mais especial, como no dia-a-dia.

 

Para si o que é ter estilo e elegância?

Ter estilo e elegância é vestir de acordo com a ocasião, uma roupa que a valorize e que tire o máximo partido da sua sensualidade e romantismo, mas nunca perdendo a sua personalidade e essência.

 

Onde está a beleza e a sensualidade na mulher?

A beleza e sensualidade na mulher estão na sua natureza. Estão num olhar, num sorriso, na sua essência. Uma mulher sensual transparece poder, confiança e segurança.

 

O que lhe inspira na moda e na vida?

O que me inspira são coisas simples, são estilos de vida, detalhes, por vezes cores, cheiros, texturas, lifestyle e viagens, mistura de culturas, há uma serie de elementos de que posso tirar inspiração.



 

De que forma é que a moda inspira o amor e a sexualidade?

Moda é o nosso cartão de visitas. Ela veste-nos, veste o nosso corpo, a nossa personalidade, a nossa atitude. Moda é a nossa publicidade e a nossa exposição. Proporciona algo tão ou mais importante do que amar outro corpo, faz que haja amor pelo nosso e autoconfiança.

 

De que forma é que aborda a sensualidade, o erotismo e a sexualidade nas suas criações?

Abordo de uma forma muito natural, acho que a mulher normalmente tem estas características. Associar isto ao romantismo, que também me caracteriza enquanto pessoa e criadora, faz com que essa abordagem seja intensa, mas ao mesmo tempo delicada.

 

O que há em comum entre a moda e a sexualidade?

A moda tem o poder de nos fazer sentir confiantes, sensuais, sexys e poderosas. A moda faz essa ligação com a sexualidade, porque a partir do momento em que uma pessoa se sente bem com o seu corpo e a sua pele, isso é a maior intimidade que se pode ter.

 

Cada vez mais é abordado o conceito sem género no mundo da moda, como é que a Micaela vê isto?

Vejo de uma forma extremamente natural. Acho que todas as roupas devem ser vestidas e sentidas por quem as usa de uma forma natural e bonita. Por isso não vejo diferenciação nenhuma no género.

 

Quem ainda não vestiu as suas peças e que a Micaela gostava que vestisse?

Não tenho ninguém em especial.

 



 

 A moda é um bom afrodisíaco?

Como acho que a mulher é sempre muito mais apetecível com uma peça mais sensual e arrojada do que propriamente “menos vestida”, acho que a moda faz todo o sentido na parte afrodisíaca da questão.


Micaela Oliveira, Designer de Moda

44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


LWP_Logo_250_250.png
bottom of page