top of page

40 e então...

Atualizado: 31 de mai. de 2021


Foto : Patrícia Santos Fotografia



São apenas 40 vividos com toda a dinâmica e magnitude...


Amores, desamores, ilusões, desilusões, intensidade e luta, assim se pauta a minha vida.


A minha história dava um filme, um livro, mas a quem interessa isso?


Vivo num mundo real onde cabe a minha fantasia, onde concretizo o sonho em encontrar um amor verdadeiro. E o que é isso de amor verdadeiro? Deixo isso para os poetas, eles têm a resposta...


Sei, que quero amar e ser amada, desejar e ser desejada.


Penso muitas vezes que o amor é sorte, amor é escolha, amor é destino, não sei, tento arranjar explicação para isso, mas é difícil entender as tais coisas da vida.


Será o meu feitio, será a minha personalidade, será a minha beleza ou falta dela?


Sou Mulher, Mulher de princípios e valores, foi o que os meus pais me incutiram, mas os meus maiores valores são ser genuína e ter amor próprio, gosto de mim, acima de tudo amo-me !


Durante estes anos todos, perguntam -me sempre " quando casas?" ( pergunta da praxe) eu costumo responder aos 40 ou vai ou arrebenta...


Arrebentou com o Love with Pepper... Casei-me com este projeto, o meu compromisso e dedicação agora, é com o Love with Pepper .


Normalmente, as minhas amigas perguntam-me se sei o que é amor. Respondo, "Sei lá!".


Nunca senti um amor real, verdadeiro, incondicional, mas refiro quase sempre que sinto desejo, tesão, essência, atração...


O único amor verdadeiro e incondicional para mim é o de Mãe. Da minha Mãe.


Alguns acham-me fria, cruel, até posso ser em alguma parte do dia mas nunca por não saber amar nem saber o caminho até ele...


Não ter namorado e/ou companheiro, não nos define...

Ainda não chegou o “tal”, mas quem sabe se ele não estará para chegar?!...


Não me considero uma mulher romântica, mas a entrega, essa, é de corpo e alma!


Praticar o sexo, alivia o stress, não vejo mal nisso, o importante é a cumplicidade, desejo, atração, consentimento e tesão entre ambos.


É só a minha opinião, a minha maneira de ver as coisas, a minha maneira de ser, sempre fui mais carnal do que romântica, talvez por opção ou defesa... Deixo isso para os entendidos decifrarem.


E agora, perguntam-me vocês. Não sentes falta de um grande amor, uma relação aos 40?

Não sei, respondo eu.


Sinto falta de amar e ser amada, sinto falta de amor familiar, de estabilidade emocional... sou uma eterna carente de afetos.


É bom ser mulher, é bom viver , é fantástico superar os desafios da vida!


Tentar levar uma vida sexualmente e amorosamente saudável , faz bem à nossa saúde, mental e física.


Sejam felizes e vivam a Vida!


Nunca o lema do Love with Pepper " Sexualmente realizado. Vida Feliz" teve tanta importância.


Nunca vou desistir de mim, nem de encontrar um amor, e que continue a ter o desejo que tenho.


Rita Simões Ferreira

208 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


LWP_Logo_250_250.png
bottom of page